Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.unifal-mg.edu.br:8443/handle/tede/1580
Tipo do documento: Dissertação
Título: Valor prognóstico da imunoexpressão de α-SMA em carcinoma espinocelular de língua e assoalho bucal
Autor: CASTILHO, Dayana Aparecida Queiroz 
Primeiro orientador: PARANAÍBA, Lívia Maris Ribeiro
Primeiro coorientador: OLIVEIRA, Carine Ervolino de
Primeiro membro da banca: SOBRAL, Lays Martin
Segundo membro da banca: ANDRADE, Ana Luiza Dias Leite de
Resumo: O carcinoma espinocelular (CEC) oral é um relevante problema de saúde pública, com taxa de sobrevida inferior a 50% em 5 anos, e não apresenta marcadores específicos capazes de predizer um prognóstico assertivo. No intuito de ampliar o conhecimento acerca dos eventos biológicos relacionados à carcinogênese oral, bem como validar o papel de marcadores que possam contribuir para o prognóstico de pacientes com esse tumor, este estudo objetivou avaliar o valor prognóstico da densidade de fibroblastos associados ao câncer (do inglês CAF - carcinoma-associated fibroblasts), por meio da imunomarcação da isoforma α da actina de musculatura lisa (α-SMA), tanto no fronte de invasão quanto no estroma tumoral, em 91 amostras (peças cirúrgicas) de CEC de língua e assoalho bucal diagnosticados e tratados no Hospital Bom Pastor, Varginha/MG, entre os anos de 1998 a 2012. Além disso, considerando que umas das principais alterações na 8ª edição da American Joint Committee on Cancer (AJCC) para estadiamento do câncer oral foi a inclusão da profundidade de invasão (depth of invasion - DOI) na categoria T, avaliamos a performance desta nova categoria na nossa amostra de CEC de língua e assoalho bucal relacionando com sobrevida e densidade de CAFs. Os resultados da análise clínico-epidemiológica revelaram um predomínio de pacientes do gênero masculino (74,7%), tabagistas (71,4%) e etilistas (52,7%). A maioria dos casos apresentou-se em estágio avançado III e IV (57,1%). Após 5 anos, análises de sobrevida evidenciaram que 65% dos pacientes estavam vivos e que 75% dos pacientes estavam livres de recorrência. Os resultados também revelaram que a abundante densidade de CAFs interferiu significativamente na sobrevida específica (risco de morte) de doença (p=0,005; OR: 3,94; IC 95%: 1,50-10,34) dos pacientes tanto no fronte de invasão quanto no estroma tumoral, resistindo (p=0,04) na análise multivariada de Cox após ajuste para outros fatores prognósticos. Ao analisar as diferentes classificações da AJCC (7ª e 8ª edição) quanto à categoria T, não se observou diferença significativa na análise de sobrevida e na abundância de densidade de CAFs (p=0,36 e p=0,40, respectivamente). Dessa maneira, os resultados deste estudo demonstraram que a densidade de CAFs pode ser uma ferramenta útil para determinar o prognóstico de CEC de língua e assoalho, tanto no fronte de invasão quanto no estroma tumoral. Além disso, mais estudos precisam ser encorajados para melhor avaliar a categoria T na 8ª classificação da AJCC considerando especialmente o adequado ponto de corte do estadio T e a melhor forma de mensuração do DOI.
Abstract: Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is a relevant public health problem, with a still gloomy prognosis (survival rate below 50% in 5 years) and has no specific markers capable of predicting an assertive prognosis. In order to increase the knowledge about biological events related to oral carcinogenesis, as well as to evaluate the role of markers that may contribute to the prognosis and treatment of patients with this tumor, this study aims to verify the prognostic value of carcinoma-associated fibroblast density (CAF) by immunostaining the α smooth muscle actin (α-SMA) isoform at the invasion front and tumor stroma in 91 tongue and floor OSCC samples (surgical specimens) diagnosed and treated at the Bom Pastor Hospital, Varginha / MG, from 1998 to 2012. The results of the clinical and epidemiological analysis revealed a predominance of male patients (74.7%), smokers (71.4%). and alcoholics (52.7%). Most cases were in advanced stage III and IV (57.1%). Survival analyzes showed that 65% of patients were alive and 75% of patients were free of recurrence after 5 years. The results also revealed a significant correlation between α-SMA immunostaining and patient survival rate, with abundant α-SMA expression significantly interfering with disease-specific survival (risk of death) (p = 0.005; OR: 3.94; 95% CI: 1.50-10.34) of patients on both invasion front and tumor stroma, resisting (p = 0.04) multivariate Cox analysis after adjustment for other prognostic factors. When analyzing α-SMA immunostaining and AJCC T stage classifications (7th and 8th edition), no significant difference was observed (p = 0.36 and p = 0.40), the same was observed when associating stage classifications AJCC T (7th and 8th edition) and survival (p = 0.36 and p = 0.40). Thus, the results of this study demonstrated that the density of CAFs can be a useful tool to determine the prognosis of OSCC of the tongue and floor, both in the invasion front and in the tumor stroma. In addition, further studies need to be encouraged to improve category T in the AJCC specifications (7th and 8th edition), especially considering the appropriate point for cutting the internship and the best way of measuring the DOI
Palavras-chave: Neoplasias bucais
Biomarcador
Prognóstico
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Alfenas
Sigla da instituição: UNIFAL-MG
Departamento: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas
Citação: CASTILHO, Dayana Aparecida Queiroz. Valor prognóstico da imunoexpressão de α-SMA em carcinoma espinocelular de língua e assoalho bucal. 2020. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Alfenas, Alfenas, MG, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://bdtd.unifal-mg.edu.br:8443/handle/tede/1580
Data de defesa: 21-Fev-2020
Aparece nas coleções:Mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Castilho, Dayana Aparecida Queiroz.pdf1,55 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons